RSS

Tainha Recheada com Camarão

07 Jul

Tainha é um peixe migratório que tem a pesca liberada entre os meses de maio e julho. Por isso acabou se tornando uma tradição de inverno no litoral sul e sudeste.

Segue ingredientes:

Tainha:

  • 1 tainha grande;
  • sal.

Recheio:

  • 200 gramas de camarão descascado;
  • 2 xicaras de farinha de milho;
  • 1 cebola pequena;
  • 1 dente de alho pequeno;
  • 2 colheres sopa de manteiga;
  • 1 colher chá de páprica picante;
  • 1 pitada de tomilho seco;
  • azeite;
  • sal.

Vamos iniciar pelo recheio. Leve a panela ao fogo médio, adicione 1 fio de azeite e a manteiga. Assim que a manteiga derreter, adicione a cebola picada.

Deixe fritar até a cebola dourar, adicione a páprica picante e o tomilho seco e em seguida, adicione o alho e após alguns instantes, o camarão. Frite em fogo médio mexendo constantemente até o camarão corar.

Adicione 1 xicara de farinha, mexendo constantemente para incorporar o camarão. Aos poucos vá adicionando mais farinha até a farofa ficar bem soltinha.

A quantidade de farinha irá depender muito da quantidade de água que o camarão soltar, por isso não precisa adicionar toda a farinha, só o suficiente para que fique com a textura desejada. Como é pra usar com peixe, deixei mais seca, mas se quiser usar com outros pratos, deixe mais molhadinha adicionando menos farinha.

Com a farofa pronta, vamos ao peixe. Como limpar peixe ninguém merece, compro a tainha já limpa. Por se tratar de um peixe de gosto forte, não há necessidade de muito tempero. Apenas sal fica ótimo.

Passe o sal por toda a tainha, inclusive na parte de dentro. Coloque a tainha sobre um filme poliéster para churrasco, com a barriga pra cima. Recheie com a farofa, capriche bem.

Enrole o filme poliéster ao redor da tainha apertando bem para que a farofa não caia. Amare as pontas com tiras cortadas do próprio filme poliéster, deixando um pouquinho aberto para que o excesso de vapor possa sair.

Leve à grelha, mantendo sempre a tainha de barriga pra cima. Se você deixar a farofa pra baixo, a gordura que escorrer irá umedecer a farofa e deixar um gosto amargo. Mantenha a brasa bem quente, mas não deixe que as chamas alcancem o filme poliéster para não derreter. Após 1 hora na grelha estará pronta. Corte o filme poliéster e retire a tainha com muito cuidado para que ela não de desmanche no processo.

A farofa que sobrou do recheio, usei na travessa para melhorar a apresentação do prato. Sirva com arroz branco, uma saladinha de tomate e claro, um bom vinho branco, recomendo um Chardonnay.

Bom apetite!

Veja também:
Picanha Grelhada
Espetinho à Uruguaya
Costela Assada

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em Julho 7, 2013 em Carnes

 

Etiquetas: , , , , , , , , , , , , , , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
Daniel Dalonso | Fotografia

Paixão pela arte de fotografar!

%d bloggers like this: