RSS

Arquivo de etiquetas: Cabernet Sauvignon

Spaghetti ao Molho de Tomate Seco

Durante a nossa estadia na serra gaúcha fomos massacrados por incontáveis rodízios de massas. Apesar de já estarmos acostumados com esses rodízios, um tipo de molho que ainda não conhecíamos nos chamou muito a atenção, Molho de Tomate Seco. Pelo o que li, é uma tradição da região.

Retornamos para casa obstinados a reproduzir o tal molho. É fácil, rápido, barato, delicioso, e muito calórico. [risos]

Segue ingredientes:

  • 300 gramas de macarrão tipo espaguete;
  • 300 gramas de creme de leite fresco (nata);
  • 50 gramas de tomate seco em conserva;
  • 1 colher de chá de salsinha fresca;
  • 1 colher de sopa de manteiga;
  • queijo parmesão ralado a gosto;
  • 1 cebola média;
  • 1 dente de alho;
  • pimenta do reino;
  • sal a gosto.

Em uma panela grande, de preferencia uma espagueteira, coloque água na proporção de 1 litro de água para casa 100 gramas de massa. Tampe e leve ao fogo alto.

Enquanto a água esquenta, vamos preparando o molho. Coloque a manteiga em uma panela e leve ao fogo médio. Adicione a cebola picada e mexa até dourar.

Adicione o alho picado e logo em seguida o tomate seco. Pode ser inteiro mesmo, inclusive com parte do óleo da conserva. Deixe fritar de 1 a 2 minutos e então adicione a nata, a salsinha fresca picada, o sal a gosto e a pimenta do reino. Costumo fazer o molho um pouco mais salgado e não por muito sal depois no macarrão.

Abaixe o fogo, tampe e deixe o molho esquentar lentamente.

Enquanto isso, verifique a panela de água, se já estiver começando a fazer bolhas, faça um maço com o espaguete, coloque no meio da panela e solte. Irá ficar circular nas bordas da panela. Conforme o macarrão que estiver mergulhado for amolecendo, o demais irá descendo. Eu costumo ajudar com o garfo para que não fique muito tempo fora d’agua, cozinhando de forma uniforme. Jamais quebre o espaguete, por favor. [risos]

Assim que todo o espaguete estiver mergulhado, com o garfo de uma mexida na base do espaguete que ficou primeiro mergulhado na água para soltar bem. Apesar de uma dica simples, isso irá evitar que fique aquele macarrão unidos venceremos que é horrível. Isso também serve para qualquer tipo de massa cozida. Também não fique mexendo demais, só o necessário.

Adicione o sal a gosto. Você deve lembrar que você está salgando não só o macarrão, mas também a água que será jogada fora depois. Então deve caprichar no sal. Recomendo com uma colher provar um pouquinho da água para saber se está no ponto certo. Tampe novamente e deixe ferver.

Voltando ao molho, assim que ferver, deixe ainda em fogo baixo por mais 2 ou 3 minutos. Desligue o fogo e deixe descansar até o macarrão estiver pronto.

Para saber o ponto do macarrão, pegue alguns com o garfo e retire da panela. Deve estar com aparência uniforme, que você consiga enrolar no garfo, mas não pode sujar. Se quiser pode provar para sentir como está a textura. Eu recomendo desligar o fogo antes que estiver no ponto ideal e terminar o cozimento na água quente apenas. É mais fácil para evitar que passe do ponto.

Assim que o espaguete estiver pronto, escorra e reserve por alguns instantes.

Com o molho já amornado, passe o mixer (varinha mágica) no molho para desmanchar o tomate seco. Se ficar alguns pedacinhos pequenos não tem problema. Despeje o molho na panela do espaguete, misture bem e leve ao fogo baixo sempre mexendo. Assim que começar a borbulhar está pronto para servir com um queijinho parmesão ralado por cima.

Para acompanhar, um vinho tinto Cabernet Sauvignon, de preferencia produzido serra gaúcha pra complementar o tema.

Bom apetite!

Veja também:
Strogonoff de Carne
Strogonoff de Camarão
Carne de Panela à Mexicana

 
1 Comentário

Publicado por em Setembro 15, 2013 em Massas, Molhos

 

Etiquetas: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Acompanhamentos pra Fondue de Queijo

Quando se pensa em jantar no inverno, seja romântico, ou encontro de amigos, logo vem a cabeça o famoso Fondue.

O acompanhamento clássico do Fondue de Queijo é sem dúvida o pão, porém só ele, o sabor fica meio monótono e até enjoativo. Por isso optei por explorar outros acompanhamentos para dar um toque especial.

O objetivo desse post são os acompanhamentos, por isso não entrarei na preparação da massa do fondue de queijo, inclusive usei massa pronta comprada no supermercado mesmo.

Vamos aos acompanhamentos:

Pães:

  • Pão Italiano;
  • Baguete Tradicional.

O pão não pode faltar, e não é qualquer tipo que pode ser utilizado. Você deve escolher um pão de casca dura, e deve cortar para que todos as partes servidas tenham casca. Escolhi o pão Italiano, que por ter alta fermentação, tem um sabor marcante, combinando perfeitamente com o fondue de queijo e a Baguete Tradicional que tem o sabor mais suave.

Corte os pães em cubos de tamanhos iguais, e que seja possível de serem espetados firmemente pelo garfo de fondue.

Queijo Reino:

Escolhi um queijo maturado de massa dura e sabor forte para dar presença e sobressair ao Fondue. Combinou muito bem.

Corte em cubos de tamanho iguais aos pães.

Brócolis:

Esse acompanhamento realmente me surpreendeu, não poderia esperar que combinasse tão bem.

Separe o brócolis em buquês pequenos. Coloque o brócolis em um saco de freezer, feche bem e leve ao micro-ondas por 1 minutos em potência alta.

Se o saco pra freezer estourar, não tem problema, deixe completar o tempo indicado. Retire com cuidado para não se queimar com o vapor.

Batata Noisette:

A batata noisette você encontra pronta congelada no supermercado. Para assar basta seguir as instruções da embalagem.

Eu fiz no forno elétrico, e deixei 5 minutos a mais no forno para ficar bem crocante.

Carne:

Utilizei filé mignon na manteiga. Corte o filé mignon em cubos, de tamanho similar ao queijo.

Em uma panela, adicione uma colher sopa de manteiga para cada 200 gramas de carne, adicione a carne, uma pitada de sal e frite até a carne atingir a consistência desejada.

Não frite muito para a carne não ficar dura. O ponto ideal é o suficiente para que você consiga espetar com o garfo de fondue.

Linguiça Calabresa Fininha:

  • Linguiça calabresa fininha;
  • Molho Inglês.

Corte a linguiça calabresa fininha em pedaços pequenos, suficiente para espetar com o garfo de fondue. Aqueça uma panela em fogo médio, adicione a linguiça calabresa e um pouquinho de água para soltar o excesso de gordura. Frite por alguns instantes e adicione uma colher sopa de molho inglês para caramelizar.

Frite por mais alguns instantes e estará pronto.

Para acompanhar, um vinho Cabernet Sauvignon Blanc ou Chardonnay vão muito bem. Eu optei por fugir à regra e servi um Cabernet Sauvignon tinto por causa dos acompanhamentos mais presentes que usei.

Bom apetite!

Veja também:
Strogonoff de Carne
Hamburger Caseiro

 
14 Comentários

Publicado por em Julho 14, 2013 em Acompanhamentos

 

Etiquetas: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

 
Daniel Dalonso | Fotografia

Paixão pela arte de fotografar!